Encontro com o Senhor

Jesus e seus  discípulos saindo de Jericó junto com “uma grande multidão, Bartimeu, o cego, filho de Timeu, estava assentado junto do caminho, mendigando.

E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim.

E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais: Filho de Davi! tem misericórdia de mim.

 E Jesus, parando, disse que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama.

E ele, lançando de si a sua capa, levantou-se, e foi ter com Jesus.” (Mc 10.46-50)

Continuar lendo Encontro com o Senhor

A cura de um pecador

Segundo o evangelista Mateus, Jesus antes de descer do monte, havia pregado o famoso e extenso “Sermão da Montanha” á multidão que o acompanhava. 1

 “E, descendo Ele do monte, seguiu-o uma grande multidão.

E, eis que veio um leproso, e o adorou, dizendo: Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo.” (Mt 8.1-2)

Continuar lendo A cura de um pecador

Os púlpitos de Jesus

“ E aconteceu que, apertando-o a multidão, para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré;” (Lc 5.1)

“ E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão.” (Lc 5.3)

 

Imagine-se envolto por uma multidão te “apertando”. Era essa a posição desconfortável que Jesus estava na praia. Sendo criador de tudo (Cl 1.16; Jo 1.3), ainda assim Jesus tomou uma atitude simples: entrou em um barco, para que assentado e não “apertado”, anunciasse a palavra de Deus. Demonstrando-nos, através de um ato singelo, a Sua forma simples de anunciá-la.

Continuar lendo Os púlpitos de Jesus