O Melhor Amigo

Cristo no Getsêmani,  instantes antes de ser levado preso, disse aos discípulos que compartilharam de seus momentos mais íntimos (Pedro, Thiago e João): 1

“Por que estais dormindo? Levantai-vos, e orai, para que não entreis em tentação.” (Lc 22.46)

Getsêmani é um local no qual Jesus suportou angústia ao pressentir a própria morte e onde seus discípulos demonstraram fraqueza. 2

Pois, com a aproximação da multidão que queria prender Jesus, Pedro agiu de forma impulsiva cortando a orelha de um servo do sumo sacerdote. Inclusive, após a prisão de Cristo, todos O abandonaram e Pedro negou conhecê-lO por três vezes. 3

Portanto, é um alerta para que permaneçamos vigilantes em oração quando alguém de quem temos convívio esteja enfrentando ou prestes á enfrentar alguma tribulação. Desta forma, obteremos sabedoria para agirmos corretamente segundo cada situação.

Através de sua natureza humana, Jesus expressou sofrimento promovido pela morte de cruz que o aguardava, por compreender que experimentaria a separação de Deus em sua morte e a ira divina sobre os pecados da humanidade. 4

“Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.” (Is 53.4-6)

As práticas e leis religiosas não poderiam eliminar os pecados, nem tampouco conceder ás pessoas livre e permanente acesso á presença de Deus. O cumprimento delas no Antigo Testamento era um reconhecimento público perante Deus e a humanidade de que essas pessoas pecaram. 5

A Nova Aliança entre Deus e o homem foi mediada através de Jesus, oferecendo o próprio sangue (na cruz) para a remissão dos pecados para aqueles que O recebem como Senhor. 6

Á partir de então, Deus diz aos seus discípulos:

“E não ensinará cada um a seu próximo, Nem cada um ao seu irmão, dizendo: Conhece o Senhor; Porque todos me conhecerão, Desde o menor deles até ao maior.
Porque serei misericordioso para com suas iniqüidades, E de seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais.
Dizendo Nova aliança, envelheceu a primeira. Ora, o que foi tornado velho, e se envelhece, perto está de acabar.” (Hb 8.11-13)


O Evangelho de Cristo faz com que o ser humano conforte contra a própria natureza profana. Ensinando-o que para se tornar digno de estar e permanecer na presença de Deus, é necessário viver em santificação, que implica em mudança de caráter conforme o de Jesus, ocorrido progressivamente enquanto se vive segundo o ensinado na Palavra. 7


A Palavra de Deus adverte:

“Melhor é a repreensão franca do que o amor encoberto.
Leais são as feridas feitas pelo amigo, mas os beijos do inimigo são enganosos.” (Pv 27.5-6)


Certa vez, Jesus disse á seus discípulos:

“Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.
Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.
Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer.” (Jo 15.13-15)


Um bom amigo te aproxima de Deus. Porém, apenas Jesus te une a Deus de uma forma que ninguém, nem tampouco você poderia fazer. Permita que Jesus seja seu melhor amigo !

As pessoas são passíveis de cometer erros. Porém, Deus é perfeito e nunca desampara os que lhe pertencem.

A paz do Senhor!


Referências:

  1. Mt 17.1-9; Jo 13.23-25
  2. Lc 22.39-53
  3. Mt 10.33; 26.55; Mc 14.50; 14.66-72; Jo 18.10
  4. Lc 22.42-44
  5. Lv 14.12-28; Hb 10.1-4
  6. Lc 22.20; Hb 12.24; Ef 2.13-18
  7. Is 59.2; Mc 2.21-22; Jo 3.1-8; 1 Co 1.30; Hb 12.14

 

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Publicado por

Gisele

" É necessário que Ele cresça e que eu diminua." (Jo 3.30)

Um comentário sobre “O Melhor Amigo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *