Jesus nos Relacionamentos

Maria, Jesus e Seus discípulos foram convidados para participarem das bodas em Caná da Galiléia (Jo 2.1-2). Maria percebeu que o vinho havia terminado e alertou isto á Jesus (Jo 2.5).

O vinho é uma bebida produzida através da uva, era comum nas festividades naquela época e possuía algumas simbolizações: alegria (Jz 9,13, Is 24.11), benção Divina (Dt 7.13; Os 2.22), prosperidade (Sl 104,15; Zc 10,7) e comunhão em Cristo (Mt 26.27-28) .

Continuar lendo Jesus nos Relacionamentos

Não Perca Sua Oportunidade

“E, ao terceiro dia, fizeram-se umas bodas em Caná da Galiléia; e estava ali a mãe de Jesus.
E foi também convidado Jesus e os seus discípulos para as bodas.

E, faltando vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Não têm vinho.

Disse-lhe Jesus: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora.

Continuar lendo Não Perca Sua Oportunidade

As Crianças de Jesus

“Naquela mesma hora chegaram os discípulos ao pé de Jesus, dizendo: Quem é o maior no reino dos céus?

E Jesus, chamando um menino, o pôs no meio deles,

E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus.

Portanto, aquele que se tornar humilde como este menino, esse é o maior no reino dos céus.” ( Mt 18.1-4)

Continuar lendo As Crianças de Jesus

Os púlpitos de Jesus

“ E aconteceu que, apertando-o a multidão, para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré;” (Lc 5.1)

“ E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão.” (Lc 5.3)

 

Imagine-se envolto por uma multidão te “apertando”. Era essa a posição desconfortável que Jesus estava na praia. Sendo criador de tudo (Cl 1.16; Jo 1.3), ainda assim Jesus tomou uma atitude simples: entrou em um barco, para que assentado e não “apertado”, anunciasse a palavra de Deus. Demonstrando-nos, através de um ato singelo, a Sua forma simples de anunciá-la.

Continuar lendo Os púlpitos de Jesus