Conhecendo a Voz de Deus !

Salomão foi o rei de Israel mais sábio que já existiu, conhecia a Palavra e viveu extraordinárias experiências com Deus. 1

Porém, “… no tempo da velhice de Salomão, suas mulheres lhe perverteram o coração para seguir outros deuses; e o seu coração não era perfeito para com o Senhor seu Deus, como o coração de Davi, seu pai,” ( 1Rs 11.4)

“Assim disse o Senhor a Salomão: Pois que houve isto em ti, que não guardaste a minha aliança e os meus estatutos que te mandei, certamente rasgarei de ti este reino, e o darei a teu servo.

Todavia nos teus dias não o farei, por amor de Davi, teu pai; da mão de teu filho o rasgarei;” (1 Rs 11.11-12)

Deus apenas possui aliança com aqueles que tem compromisso com Ele.

Como Davi é um homem segundo o coração de Deus se ele cometeu erros muito sérios, como assassinato e adultério? 2

Porque Davi, ao receber a Palavra do Senhor,  convertia-se de seu mau caminho em humildade e sinceridade por temor á Deus. 3

Após a morte de Salomão, seu filho Robão reinou em seu lugar. Roboão despertou a revolta do povo. Consequentemente, o povo instituiu Jeroboão como rei sobre 10 das 12 tribos de Israel, confirmando a palavra de Deus. 4

Um dia, Jeroboão pensou:

“Se este povo subir para fazer sacrifícios na casa do SENHOR, em Jerusalém, o coração deste povo se tornará a seu senhor, a Roboão, rei de Judá; e me matarão, e tornarão a Roboão, rei de Judá.

Assim o rei tomou conselho, e fez dois bezerros de ouro; e lhes disse: Muito trabalho vos será o subir a Jerusalém; vês aqui teus deuses, ó Israel, que te fizeram subir da terra do Egito.” ( 1Rs 12.27-28)

Por conseguinte, Jeroboão desvirtuou seus liderados da forma correta de  prestar culto ao Senhor, afastando-os  da presença de Deus.

“E eis que, por ordem do SENHOR, veio, de Judá a Betel, um homem de Deus; e Jeroboão estava junto ao altar, para queimar incenso.

E ele clamou contra o altar por ordem do Senhor, e disse: Altar, altar! Assim diz o Senhor: Eis que um filho nascerá à casa de Davi, cujo nome será Josias, o qual sacrificará sobre ti os sacerdotes dos altos que sobre ti queimam incenso, e ossos de homens se queimarão sobre ti.

E deu, naquele mesmo dia, um sinal, dizendo: Este é o sinal de que o Senhor falou: Eis que o altar se fenderá, e a cinza, que nele está, se derramará.” 

E assim se sucedeu.

Jeroboão notando o poder de Deus na vida deste homem, falou-lhe:

“… Vem comigo para casa, e conforta-te; e dar-te-ei um presente.
Porém o homem de Deus disse ao rei: Ainda que me desses metade da tua casa, não iria contigo, nem comeria pão nem beberia água neste lugar.

Porque assim me ordenou o Senhor pela sua palavra, dizendo: Não comerás pão nem beberás água; e não voltarás pelo caminho por onde vieste.

Assim foi por outro caminho; e não voltou pelo caminho, por onde viera a Betel.

E morava em Betel um velho profeta; e vieram seus filhos, e contaram-lhe tudo o que o homem de Deus fizera aquele dia em Betel, e as palavras que dissera ao rei; e as contaram a seu pai.” (1 Rs 13.1-11)

O velho profeta saiu á procura do homem de Deus e o convidou para a própria casa. O homem de Deus se negou em obediência ao conselho divino. Porém, o velho profeta falou: 5

“Também eu sou profeta como tu, e um anjo me falou por ordem do Senhor, dizendo: Faze-o voltar contigo à tua casa, para que coma pão e beba água (porém mentiu-lhe).”

Então, o homem de Deus aceitou o convite. Posteriormente, através do profeta velho, Deus falou:

“… Porquanto foste rebelde à ordem do Senhor, e não guardaste o mandamento que o Senhor teu Deus te mandara,

Antes voltaste, e comeste pão e bebeste água no lugar de que o Senhor te dissera: Não comerás pão nem beberás água; o teu cadáver não entrará no sepulcro de teus pais.
E sucedeu que, depois que comeu pão, e depois que bebeu, albardou ele o jumento para o profeta que fizera voltar.” (1Rs 13.18-23)

Durante o caminho de volta, um leão matou o homem de Deus. 6

O conselho do Senhor visa nosso bem e deve ser prioridade em nossa vida. Em contrapartida, a desobediência nos conduz a obter consequências negativas.

O  profeta velho tipifica servos do Senhor que, em um dado momento, induz pessoas ao engano por usar o nome de Deus em vão.

Jamais negligencie a palavra do Senhor em qualquer circunstância! Nem tampouco, em prol do dizer de alguém em respeito á figura religiosa que ela represente!


Jesus mencionou a seguinte parábola:

“Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador.

Aquele, porém, que entra pela porta é o pastor das ovelhas.

A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas, e as traz para fora.  

E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz.

“Mas de modo nenhum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.”  (Jo.1-5)

O bom Pastor (Jesus) conhece cada uma de suas ovelhas  (servos de Deus) e as direcionam. 7


Conhecer a voz de Deus, que é a verdade e as Escrituras Sagradas, torna-nos aptos á discernirmos entre o falso e o verdadeiro. Logo, distinguiremos Sua voz dentre todas outras. 8

No entanto, isso só é possível quando conhecemos Sua pessoa, seus princípios, o que exige intimidade. E, intimidade somente é alcançada com relacionamento.


“Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós.” (Tg 4.8)


A paz do Senhor!

Referências:

  1.  1 Rs 4.29-33;
  2.  2 Sm 12.1-13;
  3.  Sl 51
  4. 1 Rs 11.28-40; 1 Rs 12.1-25;
  5. 1 Rs 13.14-17
  6. 1 Rs 13.24
  7. Jo 10.11
  8. Mt 22.29; Jo 8.32; 17.17;

 

 

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Publicado por

Gisele

" É necessário que Ele cresça e que eu diminua." (Jo 3.30)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *