Obedeça!

“E aconteceu que, indo ele a Jerusalém, passou pelo meio de Samaria e da Galiléia;
E, entrando numa certa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez homens leprosos, os quais pararam de longe;
E levantaram a voz, dizendo: Jesus, Mestre, tem misericórdia de nós.” (Lc 17.11-13)

A lepra era uma doença que deteriorava a aparência do doente, era considerada altamente contagiosa e símbolo do pecado para aquela sociedade.
Tudo o que o leproso tocava, tornava-se impuro como ele, obrigado-o a afastar-se das pessoas saudáveis. 1

Logo, esta doença impactava negativamente na vida do doente e sua família moral, física, emocional, psicológica, social e financeiramente.
No entanto, aqueles homens não ficaram estáticos diante dos próprios problemas. Eles buscaram Jesus e suplicaram por misericórdia.

“Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.” (Sl 51.17)

Jesus “… vendo-os, disse-lhes: Ide, e mostrai-vos aos sacerdotes. E aconteceu que, indo eles, ficaram limpos.” (Lc 17.11-14)

Jesus não disse que os curariam. Ele apenas deu uma ordem.

Segundo ordenança divina, o sacerdote devia examinar determinados tipos de ferimentos para identificar se eram lepra. Então, declarava se a pessoa era pura ou imunda da lepra. 2

Os leprosos poderiam pensar:

– Nossos líderes (sacerdotes) nos declararam impuros. Reconhecemos Jesus como Mestre e Ele nos enviam de volta á eles !?

Porém, os dez leprosos simplesmente resolveram obedecer Jesus . Em seguida, receberam o que desejavam.

Aqueles homens se uniram em um único propósito e agiram em obediência ao Senhor.

A palavra de Deus diz que no lugar onde há comunhão entre irmãos, o Senhor ordena a bênção! 3

O milagre ocorreu durante o processo de obediência. Enquanto eles caminhavam, Jesus operava o milagre.

Os dez reconhecerem Jesus como Mestre não quando O declararam como tal, mas quando O obedeceram. 4

Apenas um dentre os dez, voltou para agradecer e glorificar á Deus. Por intermédio da fé recebeu a salvação. 5

A pessoa grata foi justamente a única dentre os dez que pertencia á um povo que possuía costumes religiosos que distorcem alguns princípios de culto divino. Em consequência, era discriminado por parte do povo de Deus.

Servir á uma religião específica não assegura  que Deus se agrade da vida desta pessoa.

Entretanto, o Senhor instituiu princípios que seus servos devem seguir. Inclusive, distribuiu dons espirituais entre os mesmos, para que sirvam uns aos outros, em perfeita harmonia, para o bem de todos e glória de Deus. . 6

Jesus não veio anunciar uma nova religião, mas sim aproximar a toda humanidade de Deus.

Ele deseja que sejamos seus cooperadores no anúncio de Suas obra e Palavra para recebermos vida através dEle. 7

… Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros.” (1Sm 15.22)

A paz do Senhor!

Referências:

  1. Lv 13.45-46; Nm 12.1-15
  2. Lv 13
  3. Sl 133
  4. Lc 6.46
  5. Lc 17.16-19
  6. Ex 20.3; Rm 12.4-5; 1 Co 12; 1 Pe 1.16
  7. Mt 28.19; Jo 14.6
Share

Você Conhece Deus?

Momentos após Jesus haver curado a cegueira de um homem, perguntou-o:

“Crês tu no Filho de Deus?
Ele respondeu, e disse: Quem é ele, Senhor, para que nele creia?
E Jesus lhe disse: Tu já o tens visto, e é aquele que fala contigo.
Ele disse: Creio, Senhor. E o adorou.” (Jo 9.35-38)

Este homem recebeu um favor de Jesus sem ao menos O conhecer.

Deus deseja que seu povo O conheça, o que implica em aprofundar o relacionamento com Ele. 1

“O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência.” (Pv 9.10)

Temer ao Senhor significa confiar nEle e prestarmos reverência respeitável a Sua pessoa e palavra.
O entendimento deste temor é destinado a quem se esforça por o alcançar e se submete a seguir os ensinamentos da Palavra de Deus. 2

A Bíblia Sagrada é a Palavra do Senhor, testifica do caráter de Deus, Suas obras e vontade. Ela direciona o homem a obter sabedoria e entendimento, desde que permita que sua vida seja orientada pela mesma. 3

Através da oração, podemos pedir ao Senhor para compreendermos Seu propósito, além de sabedoria em qualquer área, o que nos capacita a vivermos sob sua obediência, prósperos para Sua glória e cada vez mais íntimos dEle. 4

“Deus é a verdade, e não há nele injustiça; justo e reto é.” (Dt 32.4)

Quanto mais intimidade com o Senhor, mais nos tornamos sensíveis para perceber sua ação em nossa vida e em tudo que nos rodeia.

” Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós…” (Tg 4.8)

Assim como aquele homem que foi curado por Jesus, creiamos em sua Palavra e O adoremos não pelo que Ele fez, mais por quem Ele é!

Deus não está presente visivelmente porém todo o universo e natureza são testemunhas de Sua existência. 5

Com os “olhos da fé” podemos enxergar Cristo em Suas obras!

“… conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor; a sua saída, como a alva, é certa; e ele a nós virá como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.” (Os 6.3)

A paz do Senhor !

Referências:

  1. Os 6.3;
  2. Sl 34.4-7; Pv 1.7; 2.1-5; 14.26
  3. Pv 2.1-5; Cl 1.9-10
  4. Jo 14.6; 17.17
  5. Sl 8; Rm 1.20
Share

Deus não Precisa de Defensores!

” … Embainha a tua espada; porque todos os que lançarem mão da espada, à espada morrerão.

Ou pensas tu que eu não poderia agora orar a meu Pai, e que ele não me daria mais de doze legiões de anjos? ” (Mt 26.52-53)

Disse Jesus a um discípulo Seu que feriu um soldado enviado para O prender.

O nascimento de Jesus e Sua obra são anunciados em toda a Escritura Sagrada. 1

No livro de Gênesis, Ele é a descendência da mulher que destruirá a serpente (satanás) e que restaura a aliança quebrada entre Deus e a humanidade após Adão e Eva pecarem pela primeira vez . 2

No livro do profeta Isaías, Seu nome é ” Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” (Is 9.6)

O Evangelho de Mateus diz que Jesus nasceu de uma virgem (descendência de mulher como mencionado em Gênesis, e não do homem) e ” … chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco.” (Mt 1.23)

No Evangelho de João, Jesus é o verbo, ou seja, a Palavra de Deus. É a Palavra viva entre nós.

“E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” (Jo 1.14)

Jesus é o Deus Filho encarnado, o Senhor, criador de tudo e todos.

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
Ele estava no princípio com Deus.
Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.” (Jo 1.1-3)

No livro de Apocalipse, Jesus disse á João:

“Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso”. (Ap 1.8)

Já o homem, é parte de Sua criação. 3

Como Jesus, em todo sua magnitude, poderia necessitar da ajuda de alguém?

A onipresença, onisciência e onipotência são atributos exclusivos de Deus. Nada acontece sem Sua permissão ou foge de Seu controle . 4

Ao vivermos em obediência aos ensinamentos de Cristo, temos comunhão com Deus através do Seu Espírito. O Espírito de Deus é quem capacita discenirmos a natureza das coisas e convence do pecado, da justiça e juízo . 5

” E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor;
Instruindo com mansidão os que resistem, a ver se porventura Deus lhes dará arrependimento para conhecerem a verdade..” (2Tm 2.24-25)

Jesus é Deus. Logo, não precisa da defesa de ninguém. Permita que o Espírito de Deus faça a obra na vida das pessoas que não O conhecem!

” Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.” (Rm 12.21)

A paz do Senhor!

Referências:

  1. Gn 3.15; Ex 12.5-6; Lv 1.3-6; Nm 20.11;
  2. Gn 3.15
  3. Gn 2.7-8
  4. 1Cr 29.11; Jó 38; 39; 42.2; Sl 91.1-2; 139; 147.5; Mt 10.30
  5. 1 Co 2.9-16; Jo 16.8

Share

O Que Te Move?

Paulo e Silas encontraram uma jovem que “que tinha espírito de adivinhação, a qual, adivinhando, dava grande lucro aos seus senhores.” (At 16.16)

Paulo, “perturbado, voltou-se e disse ao espírito: Em nome de Jesus Cristo, te mando que saias dela. E na mesma hora saiu.” (At 16.18)

Continuar lendo O Que Te Move?

Share